Como escolher a melhor empresa de desenvolvimento de e-commerce

As lojas virtuais são ótimas oportunidades para quem quer abrir um negócio ou expandir o próprio mercado. Para auxiliar esse processo, existem inúmeras empresas que desenvolvem o site de vendas para quem quer entrar no mundo digital.

Porém, assim como em todo lugar, há empresas sérias que desenvolvem um trabalho de qualidade e cobram um preço justo; e outras cujo trabalho é duvidoso, e faz com que você acabe desperdiçando o dinheiro de seu futuro empreendimento.

Assim, é sempre bom estar atento às empresas de desenvolvimento de e-commerce, para que se escolha a melhor para cada negócio, buscando qualidade, experiência e economia.

Quais os principais pontos para escolher uma empresa?

As opções de empresas que auxiliam no processo de tornar um negócio digital são muitas, com diversos serviços, vantagens e limitações. Mas na hora de procurar uma, o que ela deve ter?

  • Serviços de atualizações:uma loja virtual está à mercê dos avanços tecnológicos, em que são apresentadas novidades a cada momento. Por essa razão, a plataforma deve oferecer suporte para atualizações facilitadas, de modo a conseguir aproveitar melhor as novas tecnologias;
  • Facilidade de utilização:outro ponto que deve ser levado em consideração é a facilidade de uso, pois o dono da loja virtual deve ser capaz de gerenciar a plataforma e utilizar todos os recursos disponíveis, sem a necessidade de qualificação especial para isso;
  • Suporte:um fator decisivo na hora de escolher a desenvolvedora é o serviço de suporte dela, pois é o canal de comunicação que o empreendedor vai possuir para resolver possíveis problemas, principalmente na fase de implantação e teste. Se esse serviço não for bom, o site pode ficar paralisado e causar prejuízos;
  • Conhecer as empresas:a pesquisa de mercado é essencial em quase toda ação empresarial. Logo, conhecer o portfólio das opções mais viáveis, fazendo uma análise de qualidade, pode ser essencial na hora da escolha;
  • Conversar com os colegas:a empresa de desenvolvimento de e-commerce possui clientes, e estes são a principal fonte de informação acerca da desenvolvedora, eles podem apontar os pontos fortes e fracos, desta maneira;
  • Integração com sistemas internos:muitas empresas possuem sistemas internos para controle de vendas, marketing, gestão e outros. Na hora de migrar para o mundo digital, a plataforma deve estar vinculada a eles, para que se mantenha a administração e o controle da loja;
  • Resultados anteriores:o sucesso de uma loja virtual depende de inúmeros fatores, sendo que o site e a organização estão entre eles. Por isso, se a tecnologia e o serviço oferecidos já demonstraram funcionar com outras lojas de sucesso, é um sinal de que a empresa está caminhando para o lugar certo;

Fase da empresa: algumas análises precisam ser realizadas com calma: em que fase a loja se encontra, ou seja, se a equipe tem conhecimento suficiente para implantar plataformas mais complexas. Os rendimentos projetados são satisfatórios? Podem manter o site em funcionamento? Estas questões servem de base para justificar o aporte dos investimentos. Esses pontos são importantes na hora de planejar o e-commerce e escolher uma desenvolvedora que esteja mais próxima da realidade do empreendimento, uma vez que ajudam na promoção das estratégias de forma consciente e viável, para evitar surpresas indesejáveis no futuro.

Custo, o vilão do e-commerce

As plataformas mais elaboradas e complexas possuem um custo elevado em comparação as mais simples. Isto ocorre porque, no mundo digital, há espaço tanto para lojas de grande porte que podem gastar com opções mais caras, como para lojas iniciantes, que tem um orçamento mais restrito.

É importante definir uma meta de gastos com o marketing digital, pois isto garante que o empreendedor escolha a plataforma com mais clareza, sem cometer exageros, o que pode causar a falência do negócio.

Opções mais simples podem ser um ótimo começo. Ajudam a conquistar mercado e abrangem as fronteiras da loja para que, posteriormente, a plataforma de e-commerce evolua, passando para opções mais complexas.

Vale lembrar que nem sempre a opção mais cara significa qualidade, cada loja é um caso, e deve ser analisado de forma individual, para que sejam utilizadas as estratégias relevantes dentro da realidade da empresa, assim como a do público-alvo.

Como escolher uma opção de qualidade e que caiba no bolso de quem está começando?

desenvolvimento de e-commerce analisa inúmeras variáveis para definir uma estratégia compatível com o nicho de mercado. Porém, quando o orçamento é uma limitação, é possível abdicar de alguns quesitos para viabilizar o projeto.

Por exemplo, uma empresa iniciante no ramo pode buscar empresas que não integram o sistema interno, optando por utilizar as soluções que a própria plataforma já oferece. Isto torna possível a redução de custo e a manutenção de um nível de qualidade satisfatório.

Gostou do nosso texto? Então baixe nosso e-book gratuito sobre Google Adwords e entenda como essa ferramenta aumenta e muito as vendas de um e-commerce.