5 Indicadores de vendas para medir o sucesso do seu time

       Muitas vezes, fazemos nossos trabalhos diários sem uma noção do quanto estamos fazendo bem ou mal. Entendemos que estamos dando o nosso melhor e achamos que isso é suficiente até o momento em que os números nos são mostrados. A partir desse momento, passamos a ter um referencial e conseguimos nos balizar para as próximas atividades.

        Com as equipes de vendas, isso não é diferente. Para se ter uma noção clara de quão bom se está trabalhando, é preciso utilizar e entender os indicadores de vendas, que são um pouco mais do que números absolutos colocados em uma lousa: é abandonar o conceito de que o vendedor A é melhor que o vendedor B porque realizou mais vendas.

         Os indicadores também fornecerão uma fotografia da equipe, e não apenas dos indivíduos como se cada um trabalhasse por conta própria. Por meio deles será possível sim notar se há algum vendedor que não está se adequando ao departamento, mas também será possível enxergar se a própria empresa não precisa fazer algo para melhorar esses números.

A seguir, reunimos 5 tipos de indicadores de vendas para você ficar sempre de olho.

 

1.    Número de leads

       Leads, palavra muito usada em marketing e vendas em geral, significa o número de potenciais clientes. Eles normalmente estão em algum tipo de lista, seja manual ou eletrônica, e podem ser os cadastrados em um newsletter, seguidores em redes sociais, assinantes de algum serviço pré-existente ou até um rol de indicações fornecida por clientes atuais.

      Para gerá-los mais, é preciso que o marketing entre em ação realizando campanhas, anúncios e outras atividades para promover a marca, seus produtos ou serviços. Saber qual é o número de leads é importante em termos de indicadores de vendas, porque permite aos administradores entenderem o quanto é possível vender e, assim, traçarem metas possíveis de serem cumpridas.

   Para complementar seu aprendizado, faça leitura do artigo? Como o Inbound Marketing transforma o faturamento e visibilidade da uma empresa? e descubra mais sobre o que tem revolucionado a forma de vender online em muitas empresas.

 

2.    Leads qualificados

       Dentro de um universo de clientes em potencial, passa-se para um universo no qual a equipe de vendas está atuando. Leads qualificados são aqueles clientes em potencial que foram, de alguma forma, abordados pela equipe de vendas para comprarem o produto ou serviço.

     Aqui já se consegue medir melhor o quanto a equipe está trabalhando e o que pode ser feito para aumentar a eficiência.

      Esse é um dos indicadores de vendas mais importantes, porque ajuda a entender o alcance da equipe sobre o mercado em potencial. Os números a serem analisados serão aqueles oriundos dos contatos feitos pela equipe por telefone, algum meio eletrônico (como chat, e-mail etc.) e até mesmo os contatos em pessoa.

 

3.    Taxa de conversão

      Encontrar a taxa de conversão é relativamente simples: basta dividir o número de vendas efetivas pelo número de leads qualificados dentro do mesmo período; depois, multiplicar o número por 100 para ter o percentual dentro dos seus indicadores de vendas.

      Não existe um número ideal para a taxa de conversão, mas ela pode ser balizada em dados anteriores da mesma empresa, em dados de concorrentes e nas próprias metas que se deseja alcançar.

      Para melhorá-la, pode ser necessário uma mudança na equipe, no produto oferecido ou até na forma de se vender. Outra forma é trabalhar para aumentar os leads qualificados, já que essa taxa tende a se manter. Porém, vale o aviso, esse recurso pode acarretar em um investimento para aumentar a equipe, a fim de dar conta do serviço extra.

 

4.    Ticket médio

    Um dos indicadores de vendas mais importantes para qualquer instituição é o ticket médio, que mostra qual o faturamento médio gerado por cada conversão, ou seja, é uma medida direta para se analisar o faturamento da instituição.

         Aumentar o número de clientes de nada adianta em questão de ticket médio: é preciso que o marketing e as outras áreas responsáveis pelos produtos trabalhem para gerar mais lucro por cliente, o que pode ser conseguido de várias formas – como planos de fidelidade, descontos progressivos para a aquisição de novos produtos ou serviços, a criação de pacotes ou combos entre outros.

 

Número de vendas por vendedor

         Apesar de tanta tecnologia para nos ajudar no mundo atual, as vendas ainda dependem demais do elemento humano. É o vendedor quem transformará um lead em cliente e esse trabalho precisa ser medido.

       Por isso, os números individuais de vendas são importantes para se analisar os melhores vendedores, premiar quem merece e retrabalhar ou substituir aqueles cujos resultados não são satisfatórios.

    Claro que esses indicadores de vendas precisam ser analisados levando em consideração uma série de critérios para que não se corra o risco de fazer comparações injustas. Se usados bem, esses indicadores só têm a contribuir.

        Para mais informações e detalhes sobre vendas e ferramentas, especialmente no setor educacional, que tal baixar o nosso material rico, no qual você encontrará muitas outras dicas para tornar o seu negócio cada vez melhor?

marketing digital